| Home | Turismo | Cultura | História | Guia Local | Hospedagem | Mapa | Humor | 360º |
Indique esta página

Maranduba: tradição, modernidade e potencial num só lugar
Praia da Maranduba
Com 2 km de extensão, boa para banho, ela forma com a praia do Sapê e a praia da Lagoinha uma das maiores orlas contínuas de Ubatuba.

Cheiros, sabores, sons, temperaturas e texturas é o que de melhor a região pode oferecer. Numa esfera de região praiana que por um lado tem vestígios da formação do povo brasileiro, consegue se modernizar sem perder a leveza das flores e aves que a rodeiam. Por outro lado a roça mantém as tradições caboclas das rodas de viola, do feijão no fogão a lenha, das falas caiçaras e da vontade de liberdade com a natureza que deixa tudo aparente.

A Maranduba está localizada a 25 quilômetros do centro e possui vida própria, com centro comercial, quiosques, hotéis, pousadas, restaurantes, lojas, postos de gasolina, bancas de jornais e sub-prefeitura. Sua orla disputa com a Praia Grande como point mais badalado da região. Tem vida noturna agitada, barzinhos e quiosques com música ao vivo.

Ponto de partida para as praias do Perez, Bonete, Grande do Bonete ao quilombo Caçandoca, Caçandoquinha e do condomínio do Pulso. Ponto de partida para várias cachoeiras no Sertão da Quina como a do Corrêa e Água Branca. Para quem vem de Caraguatatuba, esta é a primeira praia de Ubatuba com acesso direto pela rodovia. Praia com 2 km de extensão, boa para banho, ela forma com a praia do Sapê e a praia da Lagoinha uma das maiores orlas contínuas de Ubatuba, com cerca de 7 Km de extensão e uma bela vista para ilhas da Maranduba e do Pontal.

Maranduba e Lagoinha foram palco de espetáculos sobre o mar e seu povo. Ponto de encontro das comunidades locais foi elo da formação cultural que marcou todas as gerações. Todos têm o que falar desta praia. Nem só de vinho ela viveu, muitos pães amassou para mostrar-se como peça fundamental de desenvolvimento aliado a preservação histórica, cultural e ambiental da região sul de Ubatuba. Seus parentes mais próximos são as outras 29 praias, passando por quilombos, condomínios, comunidades de pescadores, desertas e escondidas. Sua estrutura é pequena, porém caminhando ao profissionalismo de que tanto é necessário para o desenvolvimento ideal. O mais importante é que as instituições privadas é que dão o ar da graça. Suas areias e marés têm diversidade em toda a sua orla.

Nem só de praia vive a região. Em seu interior temos lindas cachoeiras, ruínas espetaculares, flores e frutos ao alcance da mão. As aves dão um espetáculo diferenciado de tudo que você já viu. A região foi o maior exportador de gengibre do Brasil. Tem em suas matas vestígios da única estrada de ferro de um século e meio atrás, tem matas com as maiores formações de bromélias e orquídeas já vistas. Tem canhões e muros de pedras que combatiam as tropas do governo no período do trafico negreiro. Tem artesanato de primeira. Tem opções de estadia, mercado, postos de combustíveis e serviços para todos os públicos. Tem ainda lugares que pararam no tempo: corridas de canoas, festas religiosas, atividades esportivas, trilhas, mergulho, passeios de barcos, gastronomia.

Muitos pequenos empresários se qualificam por isso se destacam como fazem os produtores rurais e artesãos desta parte do paraíso. A região tem fazenda debaixo dágua, as de mexilhões. Tem praias onde as areias emitem os “ics, ics” tamanha pureza de suas águas e areias. Tem praias que formam verdadeiras lagoas que de tão próximas ao mar dá para ir com um pulo. Águas calmas e por vezes silenciosas. É possível se aventurar na chuva, na fazenda.

O lugar tem tantas qualidades que poderia ser um município. Ele é tão bom que muitos turistas vêm todo o ano do município vizinho para apreciar nossas belezas. A serra possui uma rede de caminhos e trilhas que outrora foi utilizado pelos índios Tupinambás e reaproveitado pelos negros e depois pelas comunidades tradicionais, dá para ir ao planalto, ao Rio de Janeiro e a Santos. Até OVNIS foram recolhidos em nossas águas.

A comunidade vai se adaptando as novas tendências, mesmo pagando pelos pecados das grandes metrópoles. Maranduba é assim, uma mulher bonita que vem sendo cuidada aos poucos e que quando estiver pronta surpreenderá muita gente. Gente que ajudou a cuidar deste lugar tão belo e tão importante para as pessoas, as plantas e os animais que aqui habitam e vem nos visitar. 

EZEQUIEL DOS SANTOS

.

A Central de Reservas

| Home | Turismo | Cultura | História | Guia Local | Hospedagem | Mapa | Humor | 360º |



Solar do Forte
©2010 Maranduba - Litoral Virtual Produções Multimídia - Contato: contato@maranduba.com.br
Sites do grupo: Litoral Virtual - Jornal Maranduba - PanoTour - Caraguá - Maranduba - Maré Legal - Truckmodelismo Brasil - ECampi